•  

    sexta-feira, 12 de março de 2010

    Até que ponto podemos aguentar ?


    Tá,todo mundo aqui já gostou e já sofreu por amor,mas caiu,levantou e já está em outra. Todos ? er,não .

    Eis a questão. Até que ponto alguem pode sofrer e amar alguem ? quanto tempo ? .

    Já vi casos e casos. Casais namorando a bastante tempo,e terminando porque "cai na rotina" , casais que você olha e fala ESSES VÃO CASAR,e realmente não terminam , casais que um dos dois ama mais (e isso é frequente,e existem em 9 a cada 10 relacionamentos) , casais certinhos que tinham tudo pra dar certo e não dão, casais que brigam mais do que qualquer um mas que se amam e dão certo , casais que traem , casais que não se dão valor . É,existem muuitos . Só que,quando o relacionamento acaba ? o que fazer ? Ás vezes eu acho,acho não,tenho quase CERTEZA que é só comigo .

    Sabe,namorei 1 ano e 2 meses. O ano e os meses mais felizes de toda a minha vida,eu me descubri,era feliz por completa,nunca,nunca,nunca tinha sentido algo assim antes. Semelhante,mas não igual ,o que torna o conteúdo da coisa totalmente diferente .

    Ele era meu chão,meu céu,meu ar,meu tudo. Meu irmão,meu melhor amigo e meu namorado,meu tesouro,a coisa mais preciosa que eu tinha em minha vida. Eu acordava todo dia com um sorriso no rosto pensando "Hoje vou ver meu bebê,iei" , eram raras ás vezes que acordava triste,sem ânimo e de mal humor,raro mesmo. Talvez porque a gente estudasse na mesma escola e depois mesma sala,ou não,vai saber .

    Éramos o casal que toodos duvidavam que ia dar certo (mas pro final),mas ainda tinha alguns que torciam e apoiavam (poucos,mas existia). Talvez eu estivesse tão cega a ponto de não querer enxergar que isso realmente podia acontecer,e que as pessoas podiam sim estar certas. Mas não,estava feliz demais com ele,pra que ouvir os outros ? besteira.

    Nesse tempo,fui muito,muuuito feliz,só que no dia 7 de abril de 2009,senti meu chão abrir,minha vida nunca mais foi a mesma,e sinceramente,não sei se vai voltar a ser.

    Quando terminamos,eu não conseguia acreditar,eram muitas coisas,muita história e muito amor pra acabar (Nos ultimos meses as brigas estavam excessivas e chatas,devido as amizades e interesses derivados),mesmo assim,eu nunca senti algo tão forte e tão doloroso na minha vida,e sei que nunca sentirei mais algo tão doloroso . Eu acordava a base de remédio,eu tremia,olhava pro vazio,parecia uma louca.Precisei tomar DIAZEPAN,que é um remédio fortíssimo de tarja preta,pra eu conseguir "viajar",parar de tremer,e chorar. Esse remédio me acalmava,MUITO,mas minha mãe ficou puta da vida com meu pai me dando esses remédios e entrei no psicólogo. Aos poucos (meses e meses),meu estado foi se tornando "menos grave",fui tomando minha vida,conhecendo pessoas maravilhosas,e levando,levando.

    Saí da escola,entrei no teatro (o que me faz um bem absurdo),estou com meus amigos,e estou "levando" a vida. Não vou usar a palavra felicidade pois não será real,felicidade era o que eu sentia,não o que eu sinto. Mas tristeza tambem não,porque já 'passou' o PIOR . Enfim . . estou levando minha vida,com meus amigos,meus familiares me dando apoio e indo atrás das coisas que eu gosto . Mas,ainda sempre indo dormir e acordar com o pensamento nele. Rezar (mesmo que não acredite em Deus,mas pra qualquer pessoa tá valendo) por ele e pedir só pra que não se perca. Esquecer ? Jamais .

    Ele foi a pessoa mais importante que me apareceu,e apesar de tudo que passamos,ele continua sendo . Não machuca e não corrói mais. Só eu sei o que eu daria pra ver ele feliz . E é uma pena que ele tenha mudado tanto,e achando que eu sou culpada de coisas que não sou . Enfim . .


    Apesar dos outros dizerem ao contrário .. sei que ele foi o amor da minha vida,e nunca mais vou amar e sentir o que sinto exatamente da mesma forma.

    Escrevi esse texto pra desabafar,desabei hoje na sala depois de ontem do meu aniversário,que eu esperava um "parabéns",simples,mas ganharia meu dia .

    Enfim . .

    Talvez exista pessoas com o mesmo grau de sentimento,não seja só eu a maluca,et e desengonçada . Espero .

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    @nati_nina

    @nati_nina